Informativos

Novos edifícios qualificam ainda mais atividades de ensino, pesquisa e extensão

coluniA Universidade inaugurou, na tarde dessa segunda-feira (9), três novos edifícios no campus Viçosa: o Edifício da Saúde (Departamento de Medicina e Enfermagem), o do Instituto de Políticas Públicas e Desenvolvimento Sustentável (IPPDS) e o da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância (Cead). Além da comunidade universitária, os eventos foram acompanhados pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Luiz Cláudio Costa, que representou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e pelo secretário de Educação Superior da Secretaria de Educação Superior (Sesu), Paulo Speller. Os novos edifícios, segundo a reitora Nilda de Fátima Ferreira Soares, embora com características e funções diferenciadas,  têm a mesma finalidade: a formação profissional de qualidade.

O Edifício da Saúde atenderá às atividades administrativas e acadêmicas dos cursos de Medicina e de Enfermagem, que, juntos, recebem 110 novos estudantes por ano, além dos inscritos no Programa de Residência Médica da UFV. Com seis mil metros quadrados, a estrutura com cinco andares conta com auditório, gabinetes de professores, laboratórios, salas de aula e outros espaços que representaram um investimento de cerca de R$ 8 milhões.

Os dois mil metros quadrados do IPPDS receberão grupos multidisciplinares de pesquisa sobre políticas públicas e desenvolvimento sustentável. Já as instalações modernas e bem equipadas da Cead, distribuídas em dois mil e quinhentos metros quadrados, atenderão às demandas da UFV e de outras instituições nas áreas de educação semipresencial, a distância e continuada. Cada um representou um investimento de cerca de R$ 4 milhões.

Ao conhecer os novos edifícios, o presidente do Inep, Luiz Cláudio Costa, disse ser muito bom ver o Brasil avançar em infraestrutura e permitir que sua população tenha condições adequadas de estudo. Ele destacou que o ministro Aloizio Mercadante conhece bem os indicadores de qualidade da graduação, da pós-graduação e do Colégio de Aplicação (Coluni) da UFV e que considera fundamental que eles sejam sustentados por boas estruturas.

Para o secretário de Educação Superior, Paulo Speller, a Universidade é altamente conceituada e serve de parâmetro para a Sesu mostrar o que deseja para as universidades federais. Ele lembrou que esteve em Viçosa em 2001, na função de reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), para conhecer as experiências e os resultados da UFV. As estruturas, segundo ele, além de darem condições adequadas de estudo e trabalho, manterão o padrão de qualidade que a Universidade tem mostrado para o Brasil e outros países.

Durante as inaugurações, a reitora Nilda Soares lembrou que as construções dos edifícios da Cead e do IPPDS foram apoiadas pelo Banco do Brasil e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), respectivamente. “A UFV tem essa característica, de buscar recursos do governo federal e da iniciativa privada. Sua credibilidade faz com que outros órgãos invistam nela, sabendo que os recursos serão convertidos em projetos bem elaborados e boas ações para a educação brasileira”, destacou.

Também participaram das inaugurações o vice-reitor Demetrius David da Silva, o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e ex-reitor da UFV, Evaldo Ferreira Vilela, os ex-reitoresCarlos Sigueyuki Sediyama e Antônio Lima  Bandeira, pró-reitores, diretores de centros de ciências, chefes de departamentos, professores, servidores técnicos administrativos, estudantes e representantes do município.

Nas fotografias, registros das inaugurações.

SAIBA MAIS SOBRE A UFV

Equipe de Desenvolvimento Web/UFV - 2013 - Mantido com Wordpress